19 janeiro 2005

Continuação do post do passado Sáb, dia 15

Agradecimento
a Fernando Guimarães
e a AS QUATRO IDADES
(CONTINUAÇÃO)
Na nossa frente abre-se um amplo corredor, vazio, brilhante de luzes de néon que piscam como as das árvores de Natal.
As paredes, ao fundo, são só isso. Paredes sem qualquer decoração. Sem qualquer preocupação estética.
Que observa ela?
Os olhos regressam-lhe ao livro. As mãos sobem lentamente e adapta o corpo ao livro, à leitura.
Não é Marta quem lê. É o livro que a lê a ela.
Marta lê e queda-se. O livro lê-a, até onde ela não conseguiria nunca.
Levanta pontas, afasta nuvens e torvelinhos, ilumina caminhos sombrios e vai lendo Marta através das palavras impressas e Marta vai-se abrindo à leitura que o livro lhe exige. deixa que todas as portas e janelas se abram e que a luz entre e a ilumine até tudo ficar claro e as feridas saradas.
É dessa luz que emana aquela bolha que sentimos alastrar.
De vez em quando Marta descai, num estado quase letárgico, as mãos-livro para o colo, e queda-se.
Num mudo diálogo, para nós, responde-lhe. Fala à leitura que ele lhe faz.
Diz-lhe das suas razões. Não há qualquer resistência nem a espanta o que há de insólito no facto de ser ela o livro que é lido, pelo livro que julgava ir ler e que nas mãos se sustenta; leve, como frágil ave, borboleta ou flor.
As lojas, do lado direito do corredor, estão fechadas e tapadas com plásticos cinza e rosa-choque, em alternância. Ao fundo há uma parede feia. Talvez uma imensa porta em cruz. Preta , com uma cruz verde ao centro.
À direita dessa aparência de porta há uma outra loja. Fechada. Com gradeamento.
Não há nada de atractivo no corredor por onde Marta parece flutuar, ainda que vejamos o seu corpo sentado na mesma cadeira.
Por TMara. Do livro: FALAR MULHER:88:89
(Fim da 2ª parte. Continua...)

6 comentários:

Estrela do mar disse...

...acompanhavas-nos nesta ilusão?...

beijinho*.

eduardo disse...

Bom dia, TMara.
Esta semana está complicada e parca em tempo. Mas virei para ler a continuação entre outras coisas.
Beijos.

Fabi disse...

Nossa.. a paz desses versos oxigenou minha manhã!
Beijos.

TMara disse...

Fabi - obrigada por dizeres isso. Bjs e :D

TMara disse...

Eduardo - obrigada pela viista e coment. Cá te espero. Sempre. Esta casa é de todos.Bjs e ;)

TMara disse...

estrela-do-mar - não sei se fazes uma pergunta ou uma afirmação, mas obrigada pela visita e coment.Bj