31 maio 2005

Epitáfio e informação

f595110Procura-se1000Imag.jpg



PARA UM EPITÁFIO

Morreu,
despedaçou-se,eclipsou-se,
utilizou palavras,
comeu pão com manteiga,
gastou livros, telefones,
os santos de todos os altares.

Canonizou-se,
consumiu-se,
entre latidos, ondas,
tempestades de areia.


NAVARRO, António Rebordão (1988). 27 POEMAS. Porto: editora Justiça e Paz (21)


ESTÃO ABERTAS AS PORTAS


f447023PortaDeEntrada1000Imag.jpg

de vossas casas e por elas me passeio.
Infelizmente em muitas não posso deixar pegadas visíveis

f1042001Apoio1000Imag.jpg

porque os comentários JAVA (e já não sei se mais alguns), não abrem.

E são muitas as casas onde entro e prazeirosamente me espraio pelos recantos mais belos e harmoniosos, por onde paro nas tertúlias de ironia e mal-dizer, lendo e deliciando-me querendo, muitas vezes, dialogar um pouco, mas incapaz de o fazer.

Estou a tentar resolver o problema para voltarmos a um convívio mas directo.

8 comentários:

Cakau disse...

Que esse problema se resolva depressa, então!

Beijinho grande e boa semana *

mfc disse...

Agora, julgo, está tudo normalizado... sê bem vinda!

Turno da Noite disse...

de passagem por aqui mas não me pergunte de onde, porque completamente à deriva.
Espantei-me e comovi-me, mas isto passa.
Continue sempre
Abraço

Manoel Carlos disse...

É claro que o prazer é dobrado quando você deixa suas pegadas em forma de comentários, contudo, ser lido por você já é um prazer e uma honra.
Desculpe-me a lentidão de abertura, já há a versão beta do superblog, espero que supere as deficiências da atual página.
Manoel Carlos

Pecola disse...

Um beijinho enorme!! :)

eduardo disse...

Oi, TMara.
Vim logo que pude. Podes explicar qual é o mal da geringonça? (hehe...)

Estarei no MSN.

Rah disse...

oiee Tmara!! =)
aqui no brasil uma música chamada Epitáfio fez muito sucesso nos últimos anos, e ainda faz. É dos titãs, vc precisa ouvir se já nao ouviu. Bem, é preciso viver bem para ter um belo epitáfio.. ter visto as coisas bonitas feitas por Deus, ter amado as pessoas... ter realmente vivido como se deve ser.. beijos, Rah

JPD disse...

Olá TMara

Há muita gente que consulta os «Epitáfios e informação» para revigorarem a sua existência. O anúncio da nossa morte ser-nos-á sempre "indifernte".
Tratando-se de um familiar, a coisa torna-se séria e já não é uma simples consulta, é muitas vezes uma inexorável tragédia.
Bjs