25 maio 2005

UTOPIA

139218isidro.jpg
P.S - fui hoje informada k esta foto é da autoria de Isidro Dias
olharesisidro@portugalmail.pt
Ao autor apresento o meu pedido de desculpas, mas muitas vezes acontece "apanharmos" as fotos já sem indicação de autoria. Creia que não houve intenção maldosa.



UTOPIA


Navego ruas que não existem.
Invento-as
Rasgando ventres silenciosos
Saturados de ruídos inhumanos.
Em pontos de luz cheios de sol,
Rasgo praças e jardins
Onde os velhos não estão mais, sós.

Navego ruas que não existem.
Diluo-me nos sons de viver.
Reintegro-me na luz do arco-íris,
Digo: “Bom dia”, a todos os passantes.
Invento uma cidade para namorar,
Estendo-me ao sol a amar a vida,
no leito da brisa ponho-me a caminhar.


Por TMara

20 comentários:

sylpha disse...

Como eu gosto de inventar as minhas ruas pintando-as à minha feição...aquelas para onde me retiro, por onde vagueio e possa assim inspirar, encher o peito e retornar a outras ruas que não são as minhas. Adorei este texto, fez-me deambular pelas minhas ruas ;) Beijo grande

gato_escaldado disse...

inventa a cidade. de amanhã. gostei mto. beijo

O Micróbio disse...

Nem sempre a utopia está ligada aquilo que desejamos... mas gostei das palavras!

eduardo disse...

Curioso. Utopia é o nome que dou ao lugar onde por vezes me apaixono e sorrio. Onde canto e beijo e grito e salto.
Seremos vizinhos?

Beijokas.

ps - o teu pedido foi aceite. tenta ver se ficou como querias.

Dora disse...

Uma bonita reconciliação com a cidade. Beijos, TMara :-)

batista filho disse...

TMara,

Se é pra sonhar...
nada da pequenez
dos horizontes mesquinhos;
nada de seguir
os senhores da guerra
nos seus descaminhos.

Se é pra sonhar,
que seja só encanto e magia;
instaurar aqui, agora, tua bela Utopia.

arara disse...

sonha sempre, inventa e reinventa que é optimo

Amaral disse...

Invertar uma cidade para namorar soa bem e faz sentido.
As cidades transformaram-se em labirintos de túneis e ruelas, onde o Sol já quase não entra.
Como te vais estender ao Sol a amar a vida?...

BlueShell disse...

Senti-me bem a ler este teu texto...senti-me leve!Liberta da dor!

Grata pelo teu sorriso :))
BEIJO IMENSO,
BShell

Pescador disse...

Pintaste um sonho..., imagens irreais..., o azul é laranja...,o trilho é verde ladeado pelas margens de um mar por onde voga o verbo navegar !!
Simplesmente utópico..., adorei..., linndoooooo !!
Bjs e ... sonhos lindos !!

Mitsou disse...

A utopia, ou o sonho, é o que, por momentos, nos faz voar e abrir um sorriso. Passa, mas o bem que nos fez já ninguém nos tira. Um beijo muito carinhoso, Amiga, e um óptimo feriado.

Charlotte disse...

Mara este teu post transporta-nos para essa cidade imaginária, com uma magia intensa! Já o li várias vezes e a sensação que tenho é a mesma, passear por ruas inventadas... Lindo!
Bj mt gande*****

Humbertothewizard disse...

Esta é a Utopia pronunciada por um sincero e humilde coração como é o da TMara, uma vez que hoje já ninguêm quase se conhece e já não se saúda, os passantes com um simples bom-dia, ou então saí um arrastado e balbuciado, boa noite, na nossa cidade. Por vezes, é importante caminharmos pelas ruas da cidade sózinhos, já que é possível escutar os sons que o stress dela não deixa ouvir na hora de ponta, e conhecer o movimento humano que ela abarca e produz. Dá para enriquecermos o nosso sentimento que por ela temos, a nossa terra, e reflectirmos no nosso âmago, como ela deveria ser para nós. É sempre com imenso agrado que visito estes estranhos dias, mas deslumbrantes e que viciam cegamente quem por aqui passa, como eu.

Humbertothewizard disse...

Peço desculpa TMara ao intervir no teu espaço mais uma vez, mas era para informar, como não tenho endereço de e-mail, que pelo conteúdo importante aqui divulgado eu estabelecí um Link no Dominio.

Daniel Aladiah disse...

Querida TMara
Belas palavras, melhores pensamentos...
Um beijo
Daniel

Carla disse...

Nos nossos sonhos, estas imagens e experiências tornam-se tão reais que deixam de ser Utopia. Que sonhos bonitos, TMara... Beijo enorme :)

Micas disse...

Sonhar, inventar e reinventar é o que melhor temos. Não páres nunca de o fazer. Beijinho e bom fim de semana

blimunda disse...

perdoa a minha ausência. mas aqui estou, leio e digo-te que gosto de te ler... beijinho

LUA DE LOBOS disse...

retribuindo a visita, deixei-me levar pela tua poesia... que grande viagem, entre sentimentos tão belos:)
xi
maria

Anónimo disse...

Olá caríssimo (a)

Chamo-me Isidro Dias.
Sou fotógrafo profissional e sou o autor desta imagem.
Não me importo que a use, desde que coloque ao lado a referência do autor.
Era bom que visse isto, somente por uma questão de respeito para quem captou o momento.
Obrigado

Isidro Dias
olharesisidro@portugalmail.pt