15 outubro 2005

Longínquas madrugadas

Em lonqínquas madrugadas amei o teu corpo. Ou devo dizer: os nossos corpos amaram-se?
No leve despertar do último sono o toque da pele nua.
A vibração rútila do sangue percorrendo-nos até à alma.
Invocando, convocando o acto físico de amar em que nos transcendíamos fundindo corpos e almas num só, numa só.
Nós, um só, iluminando a vida e assim a saudando.

18 comentários:

terragel disse...

TMARA, teu poema é cheio de significados, que só os mais atentos conseguem desnudar. Gostei de teu blog. De qualquer maneira vou deixar meu rastro para que venha me fazer uma visita.
Bjs

Quem sabe... disse...

-Hummmm...acho mesmo que é um dos momentos em q 2 seres, 2 almas, se fundem numa só...
ão me vou alongar, pois, poderei ser indiscreta, ou parecer pouco atenta...:$

bjs salgados :)***

-Adorei este poema, pela singilesa que têm :)

José Gomes disse...

Só desejar.te um bom domingo.
E uma semana com tudo de bom.
Um abraço.

JPD disse...

MUito bonito e bem composto
Bjs

lique disse...

Palavras belas, amiga. Esse é o poder da união completa. Do amor. Beijinhos

Daniel Aladiah disse...

Querida TMara
Quando as recordações nos tomam os sentidos, para que o acordar não seja sempre o mesmo...
Um beijo
Daniel

Apenas, o cidadão disse...

penso que amando apenas os corpos não se chega à união da alma. o contrário sim. possivelmente a união descrita é de uma energia não explicável por palavras. estas só poderão sugerir... por outro lado penso que se deixa ser iluminado pela vida enãop o contrário... nós apenas a podemos sauda-la..

fiquei a aprender mais uma palavra hoje - rútila - muito obrigado.

batista filho disse...

Belo e breve.

Micas disse...

Poucas palavras, porém plenas de sentimento e sentires envoltas na beleza do amor. Adorei amiga. Beijinho e boa semana

meialua disse...

É lindo quando dois seres se unem e se se transformam como se fossem apaenas um só, fazendo parte um do outro...

Beijos e uma boa semana*

romero disse...

sensualidad en tus palabras ... encantador:)

Cakau disse...

És a prova de que poucas palavras bastam para dizer muito...

Um beijo grande *

Ana disse...

E dessas longínquas madrugadas ficam as memórias que geram as palavras! Gostei!
Um bj.

mfc disse...

Amar é a melhor forma de saudar a vida... é um hino a ela!

GNM disse...

Muito deep e sensual!

Desejo-te uma excelente semana...

maresia_mar disse...

O amor torna-nos belas, por dentro e por fora.. Bjs e boa semana

Dilbert disse...

É bom vir ao teu blog e deparar-me com a paixão deste Post.
Beijinho

AS disse...

TMara, gostei da expressão poética e sobretudo da subtileza das palavras...

Um beijinho