17 junho 2005

O sorriso e O Sal da Língua

212132ElBab(porta)porCarlosNeto.jpg


O SORRISO

Creio que foi o sorriso,
o sorriso foi quem abriu a porta.
Era um sorriso com muita luz
lá dentro, apetecia
entrar nele, tirar a roupa, ficar
nu dentro daquele sorriso.
Correr, navegar, morrer naquele sorriso.

O SAL DA LÍNGUA

Escuta, escuta: tenho ainda
uma coisa a dizer.
Não é importante, eu sei, não vai
salvar a vida de ninguém - mas quem
é hoje capaz de salvar o mundo
ou apenas mudar o sentido
da vida de alguém?
Escuta-me, não te demoro.
É coisa pouca, como a chuvinha que vem vindo devagar.
São três, quatro palavras, pouco
mais. Palavras que te quero confiar.
Para que não se extinga o seu lume,
o seu breve lume.
Palavras que muito amei,
que talvez ame ainda.
Elas são a casa, o sal da língua.


Eugénio de Andrade




16 comentários:

sylpha disse...

Pequenas coisas e tão simples, mas capazes de tanto :)) Beijinho e bom fim de semana

gato_escaldado disse...

estranhos dias. estes. em que os deuses levam os que amam(amos).

beijos

Alexandre Sousa disse...

Haverá coisa melhor para um fim de semana? Não creio.

Ana disse...

Os poetas não morrem e as suas palavras acompanhar-nos-ão sempre.
Um beijo.

mfc disse...

Ele vive... a sua obra é nossa.

Pescador disse...

lindoooooooo...
o meu poeta ...
;-)
Pescador

Lana disse...

gosto tanto deste poema..acho tao..amoroso...n sei..acho-o querido..se é k se pode classificar assim um poema :P lol

LetrasaoAcaso disse...

Os poetas não morrem. Vão continuar a fazer poesia noutra dimensão.
Um dia lerás de novo Eugénio. Poderá ser através de outra mão...
Beijos

LetrasaoAcaso disse...

Ah!
O link para onde serás redireccionada não tem nada. Uso-o apenas pq fui obrigado para poder comentar.
Os meus blogues:

http://LetrasAoAcaso.weblog.com.pt
http://vbeiras.blogapraai.com
Beijo

Incompetente disse...

Fico-me com "o sorriso"...

Ele, "Eugénio", é um dos eleitos, daqueles poucos que podem dizer: "Eu... génio!".

Beijo incompetente!

Å®t_Øf_£övë disse...

TMara,
Passei por cá para te ler e deixar um beijinho de bom fds.

Charlotte disse...

Lindo!! E desconhecia...
Um grande sorriso para ti querida Mara:)
Beijokas mtas*

Anónimo disse...

Querida

a quanto tempo. Estou um tico sumida mas a saudade é grande.
Não esqueço de ti.

Beijos,
um bom começo de semana pra vc.

;)

Fabi disse...

Ei,

fui euzinha quem colocou o post acima. Tô ficando doida.

Beijos.

Anónimo disse...

Eu gosto da simplicidade dos textos e da sua componente singela e doce, maravilhosamente simples deste Poeta. Tenho escritos dele em minha casa que muitas vezes me alegram os sentidos :-)...Escolha excelente, TMara....bjitos!!!!

lique disse...

Saboreemos as palavras que connosco permanecerão sempre! Boa noite. amiga e uma boa semana.