08 dezembro 2004

EM TEMPOS SOÇOBREI!

Em tempos soçobrei
Destroço ténue
farrapo de ar
voguei nas órbitas dos teus olhos
e no lugar mais secreto do teu eu
ancorei
só do olhar fundo dos olhos me alimentei.

O mar rebentava contra os cais do mundo
As ondas amansavam nas areias de nossos corpos.

(Do livro: AS TAREFAS TRANSPARENTES:15)

2 comentários:

Lana disse...

"voguei nas órbitas dos teus olhos
e no lugar mais secreto do teu eu
ancorei"

Gostei principalmente desta parte :) bonito **

TMara disse...

Lana ;) Obrigada pela visita e coment. Bjs e ;)