28 dezembro 2004

Aquela varina era gorda

Aquela varina era gorda
E pesada
Não tinha a leveza do mar
da madrugada

nem a frescura
do mar do meio-dia
ou a suavidade
do mar poente

mas tinha a magia
de quem traz
à cabeça
um mar ondulante.

TMara
(Do livro; AS TAREFAS TRANSPARENTES:41)

4 comentários:

Lana disse...

:)

TMara disse...

;) tmb p/ ti Lanita.

Fabi disse...

Estais tão poética... isso indica que vc vai entrar em 2005 com muita alegria e esperanças renovadas. Que Deus a abençoe!! Faltam apenas 3 dias!!!
Beijos...

TMara disse...

Fabi,obrigada pela simpatia. K os deuses te protejam e estejam atentos aos teus anseios. Bjs e ;)