17 setembro 2005

"No início era o Verbo"

"No início era o Verbo"
Só que ainda é e tendemos a esquecê-lo!
As palavras têm poder, são extensões do nosso pensamento.

Palavras e expressões que nos limitam.
Excluamo-las do nosso vocabulário!
"Devia" - expressa a nossa íntima vontade de contrôlo. De controlar coisas não controláveis. Ou fazemos mal a nós próprios ou aos outros.
"Tenho que" - auto-colocamos nos ombros uma intensa pressão.
Em alternativa passemos a usar a palavra: escolho.

Transformemos os actos em opções. Escolhas nossa. Senhores das nossas vidas.
Atenção ao simples "MAS", de que abusamos.
Abre, de imediato, duas vias contraditórias. Aponta-nos dois caminhos diferentes.
O "não te esqueças" transforma-se em: esquece!
Retiremos as contruções mentais com o "não" e substituamo-las por afirmativas. Por exemplo, relativamente ao anterior, digamos antes:p.f., lembra-te!

Se podemos flutuar no oceano da vida, porquê, para quê, afogarmo-nos num mar de negatividade?

Adaptado do livro: "O Poder está dentro de ti", de Louise L. Hay. (1998). Cascais: Editora Pergaminho

10 comentários:

meialua disse...

Uau! Gostei do novo look!
E o modo como interpretaste estas palavras.
Realmente deixa uma pessoa a pensar...

Quanto ao comentário que deixaste no meu blog, penso que é a minha paciência e força que está a ser testada, e acredita que desde que tive o acidente dou muito mais importância a umas coisas e menos a outras...
Acima de tudo aprendi a dar valor á vida, e descobri que devemos todos os dias, todos os bocadinhos aproveitar ao máximo...

Beijos grandes e bom fim de semana*

H. disse...

«Se podemos flutuar no oceano da vida, porquê, para quê, afogarmo-nos num mar de negatividade?»
... creio que por x's é preciso mergulhar, cair, para ressurgir com uma força renovada. Assim aprendemos. Assim nos edificamos com novo ânimo!

Beijinho e bom fim-de-semana***

Eva Lima disse...

Nós somos um povo TÂO negativo!!!
Mea culpa (também)
Beijinho

Micas disse...

Vim por a leitura em dia. Excelente texto de reflexão...tens mesmo razão. Fiquei fascinada com a fotografia anterior. Beijinho e bom fim de semana

tania barros disse...

Uma vez li algumas coisas sobre neurolinguística e havia um capítulo inteiro sobre esse assunto. Muito interessante, pois de fato esse poder nós e a sociedade circundante dá a palavra ao signo. Bom, então, saber escolher... beijos

batista filho disse...

Gostei. Faz-nos pensar, repensar à respeito do que estamos a fazer da nossa própria vida.
Um abraço.

sombr|A|rredia disse...

..
vou procurar esse livro no Bookcrossing :)

Grandes verdades essas!
kiss

Maria do Ceu disse...

Tem aqui uma boa adaptação. Que deixa no ar uma aragem reflectiva. Gostei. Cumprimentos.

agua_quente disse...

Gostei muito da mensagem contida nesse texto. Asssim conseguíssemos aplicá-la sempre! :)
Beijos

Manoel Carlos disse...

Palavras refletem idéias e quando as idéias são assumidas pela maioria, elas se tornam uma força material, capaz de mudar a realidade.