06 abril 2005

Concerto



De todos os escritores e poetas vivos penso que António Rebordão Navarro será dos mais injusta e totalmente esquecidos por quem de direito, a começar pelos livreiros, seguindo-se todos os outros responsáveis pela cultura literária.
Nos últimos anos só tem publicado romances (em Dezembro fiz referência ao lançamento do último: "Romance com o teu nome"), pelo que, eventualmente a sua poesia poderá ser desconhecidda por muita gente.

(Se quiseres saber da sua obra literária clica acima, no seu nome.)

Vou começar a postar , com alguma regularidade poemas deste autor.


Do livro 27 POEMAS. 1988.Porto: Editora Justiça e Paz transcrevo

CONCERTO
Ao Silvestre Fonseca
Esse milagre de
dar a música aos dedos
e às mãos, sob a lua, na rua
iluminada de Pavia.
Esse mistério
de transformar os instrumentos,
mudá-los,
fornecendo-lhes pétalas
suavíssimas, criando os movimentos
do tempo,da esguia figurinha
voltejando no ritmo,
esse jovem mistério
vindo do ventre magnânimo
gerador da poesia.
A majestade humilde,
o riso, o canto,
esse espanto e mistério
de dar às manhãs todos os dias.

15 comentários:

Lana disse...

Não conhecia..mas achei bonito :) **

gato_escaldado disse...

gostei do blog. oportuna a referência a António Rebordão Navarro. grato pelas visitas.

beijo

Mitsou disse...

Gostei muito do poema e aplaudo a tua decisão de ires postando mais alguns. Mas, o melhor mesmo é irmos procurá-lo nas livrarias contrariando o tal esquecimento de que falas. Um grande beijinho especial, portanto.

Professor Pardal disse...

Bonito poema... o blog já disse que era muito bom :)

JPD disse...

Olá TMara

Gostei do teu post: está equilibrada a relação entre a introdução e o poema.
Este é muito bonito.
Belo trabalho.
Bjs

JPD disse...

Olá TMara

Gostei do teu post: está equilibrada a relação entre a introdução e o poema.
Este é muito bonito.
Belo trabalho.
Bjs

Menina_marota disse...

Não sei qual a beleza maior!

Se o poema, se a imagem...

Fico-me pelos dois... ambos belos.

Abraço ;-)

Rah disse...

Poemas são sempre bem vindos.. =) E foi uma boa sugestaão esta tua, é um belo poema o deste autor =) Realmente bom!
beijos
Rah

TMara disse...

Lanita, deves então tentar comprar a antologia, k traz toda a poesia publicada! Vais ver k vale mm a pena. Não escolhi, deliberadamente, um daqueles de tresloucar/enfeitiçar os ouvidos e alma.Bjs e ;)

TMara disse...

gato_escaldado- k bom! É sinal de k , para ti, n/ é um autor desconhecido. Bom resto de semana. Bjs e ;)

TMara disse...

mitsou - tens razão - o k é necessário é comprá-lo e...lê-lo. A poesia publicada está toda numa antologia de há uns anos atrás. Bom resto de semana. Bjs e ;)

TMara disse...

cláudio . k bom k vieste. Passo pelo teu, leio, mas n/ consigo abrr os comentários. O horros de esfolarrem os animais, etc, etcBom resto de semana. Bjs e ;)

TMara disse...

jpd - n7 trocando galhardetes, olha k'o teu tmb é gosots de ler...Bom resto de semana. Bjs e;)

TMara disse...

menina_marota - lá vou brindo o teu, numa imensa lentidão. Tens a certeza k é SAPO? N/ será LES___MAA????Bom resto de semanan. Bjs e;)

TMara disse...

rah - foi 1 prazer conhecer o v/ blog. Bom resto de semanan. Bjs e ;)