27 março 2005

ALELUIA

ALELUIA

Não foi milagre ressurgir, Senhor,

Num dia natural de primavera.

Tudo ressurge quando tem calor.

É por calor que toda a gente espera.

Milagre era acordar no inverno, era

Subir da cova frio como a dor,

E, com neve nas dobras da quimera,

Mostrar a Madalena a carne em flor.

Contra a seiva da vida e a sua lei

É que valia a pena demonstrar...

Viver dentro da morte é que era um salto!

Assim, vejo-te apenas como sei;

Um corpo que parou de levedar,

E veio à tona ver o céu mais alto.

Miguel Torga

PÁSCOA FELIZ


6 comentários:

eduardo disse...

Tinha que ser aqui o ter a oportunidade de ler Torga em inglês. ;)

Boa Páscoa!

Vera Cymbron disse...

Boa Páscoa!
Jinho...este poema do Torga é uma delicia!

Å®t_Øf_£övë disse...

Passei para desejar uma Páscoa feliz.
Bjs.

Natércia disse...

Hoje ...nasci...mas sei um pouco de ti. Abraço.

TMara disse...

B'dia :) Eduardo; Blue; «art_of_£ove (desculpa mas perdi o "trema" --- vá-se lá saber onde se meteu!!!)e,... Natércia - passado o domingo de Páscoa resta-me deixar-vos um abraço e desejar, à posteriori,k tenha sido uma Boa e Feliz Páscoa.Bjs e ;)e boas férias p/ os k as gozam.

Mitsou disse...

Espero que tenhas tido uma Boa Páscoa e agora, comendo uma amêndoa das que sobraram, deixo-te aqui um grande beijinho e votos de óptima semana :)