26 julho 2005

Ainda a propósito de, A SELVA de Ferreira de Castro

Ainda a propósito de A Selva

Li o livro A Selva, nos meus 14 anos.
Aqui, o verbo"li" é uma mera forma de dizer.
De facto lembro-me do cansaço que este livro me provocou e de que só o acabei por decisão e não vontade.
Muito descritivo, achei. Li mais duas obras de Ferreira de Castro e foi ainda essa a minha opinião.
Há um mês (re)li-o - de facto foi quase uma primeira leitura!
E foi de um fôlego e de forma empenhada que mergulhei naquela selva - a da Amazónia e a das emoções.


Destaco uma frase do autor, Ferreira de Castro, no Pórtico de
A selva:

«Não somos hoje o total que fomos ontem, nem teremos amanhã,integralmente, o nosso mundo de agora. Eu sinto isto muitas vezes, num apelo ao meu «eu» de outrora, numa busca minuciosa entre os escombros do que fui e os pilares que ficaram de pé, a sustentar o que sou.»


12 comentários:

Daniel Aladiah disse...

Querida TMara
Ainda bem que concordas. A Selva é um livro fantástico!
Um beijo
Daniel

batista disse...

Os comentários, a frase, tão rica de significados - tudo isso me fez sentir uma grande vontade de conhecer "A Selva"! # Um abraço fraterno.

R/B Estação disse...

Já me falaram nesse livro, mas nunca li. Dp do que li agora, quero mesmo lê-lo!
Bjs.

Cris disse...

Conheci a Selva do mesmo modo q tu: primeiro com enfado... depois com entusiasmo e fascinação!

Um beijinho grande

peciscas disse...

Não é para me armar, mas li a Selva também muito novo e esse livro marcou-me fortemete.
Por curiosidade, há cerca de duas semanas (no dia do fatídico acidente que me deixeou meio avariadao), estive em Ossela, na casa onde o genial escritor nasceu, ao lado da qual se encontra um museu com todas as suas obras, em traduções um pouco por todo o mundo.

AS disse...

Uma belissima obra que reli ainda há pouco tempo, com as páginas já um pouco pálidas...

Um beijo TMara...

Raimundo Narciso disse...

Posso deixar uma sugestão? Faça uns posts sobre o congresso para os que não podem lá ir.

Charlotte disse...

Frase forte e potente! Nunca poderemos ser aquilo que fomos ontem... assim como "Heraclito" afirmava o Rio em que tomamos banho, nunca será o mesmo se tomarmos banho nele, numa outra altura (tempo). Não sei, mas fez-me lembrar isto... Também já me aconteceu isso com algns livros, um deles o de James Redefield a "Profecia Celestina"; enfim... como um colega me dizia´: ás vezes somos nós que temos que crescer para ler determinados livros.
Desculpa a ausência... mas sempre que posso é paragem obrigatória:)
Beijokas linda****

ferrus disse...

Não li e pelos visto vou ser "obrigado" a comprar. Obrigado pela divulgação! O comentário é fabuloso :-)
Bjitos

SusanaV disse...

Fabulosa mesmo!!!

H. disse...

Essa citação é magistral!

Anónimo disse...

Cool guestbook, interesting information... Keep it UP
30 cup commercial automatic coffee maker plumbed e Cancer societypoland cialis+erectile+dysfunction