08 março 2006

Porque hoje é o dia 8 de Março


E instituiu-se que fosse o nosso dia.

Apesar de só fazer sentido k todos os dias sejam nossos,

deles,

de todos,

apesar de tudo e face às discrepâncias (uso uma palavra mansa)

continuemos a aceitar este dia ,

como nosso, no feminino.



Que hoje, o teu amor, os teus amigos homens

Te digam e façam sentir como

És uma pessoa especial.

Que eles se lembrem e festejem

E venha um dia em que nunca mais seja necessário lembrar.

18 comentários:

Rosmaninho disse...

Tmara

Não sou pessimista mas...esse dia está a anos luz... repara no aqui deixo... há milhares de anos que isto acontece...

Mulher, qual é o teu nome? - Não sei.

Quantos anos tens? - Não sei.

Por que cavaste este buraco? - Não sei.

Há quanto tempo estás escondida? - Não sei.

Mordeste-me porquê? -Não sei.

Não sabes que não te faremos mal? - Não sei.

De que lado estás? - Não sei.

Isto é uma guerra, tens de escolher! - Não sei.

A tua aldeia ainda existe? - Não sei.

Quem são estas crianças?- São os meus filhos.

Wislawa Szymborska "Vietnam" (tradução livre)

~*Um beijo*~

batista filho disse...

Que esse dia, acima de qualquer coisa, primeiro se faça dia - dentro de nós mesmos.
... de todo modo, não perderei a oportunidade de deixar um abraço e um beijo carinhosos pra ti, amiga.

peciscas disse...

Faço votos de que esse dia, a partir do qual todos os dias sejam dias da Mulher, chegue o mais rapidamente possível.

Jorge Moreira disse...

Viva a Mulher!
Que a mulher seja MESMO um ser IGUAL ao homem em todo o MUNDO, em tratamento, vencimento, oportunidade, chefia, etc.
Que esta celebração acabe pelos melhores motivos.
Viva a Mulher!
Beijinho muito especial a Todas as Mulheres, especialmente aquelas que mais sofrem pela acção do homem ou pela acção de outras mulheres, que cegas pela "tradição", renunciam à sua condição de igualdade.

Menina_marota disse...

Vim deixar-te um abraço solidário neste dia, escolhido para nós...

Beijo ;)

lena disse...

abraço-te hoje Tmara, solidária com este dia e deixo-te um poema num desejo que sejas sempre uma mulher feliz:

Está de pé sobre as brancas dunas. As ondas
conduziram-na
e os ventos empurraram-na. Está ali, na perfeição
redonda
da oferenda. E como que adormece no esplendor
sereno.
Diz luz porque diz agora e és tu e sou eu, num círculo
só. Está embriagada de ar como uma forte lâmpada.
É uma área de equilíbrio. de movimentos flexíveis.
um repouso incendiado, a vitória de uma pedra.
Abrem-se fundas águas e um novo fogo aparece.
Que lentas são as folhas largas e as areias!
Que denso é este corpo, esta lua de argila!
Nua como uma pedra ardente, mais do que uma
promessa
fulgurante, a amorosa presença de uma mulher feliz.
Nela dormem os pássaros, dormem os nomes puros.
Agora crepita a noite, as línguas que circulam.
Crescem, crescem os músculos da mais íntima
distância.

António Ramos Rosa


beijinhos para ti minha doce amiga

lena

Micas disse...

Assino em baixo do que escreves.
Deixo-te uma rosa, um sorriso e um abraço.
Beijinhos

Amaral disse...

Claro que estou de acordo contigo. Sabes que… o tempo é tão rápido a passar que… as grandes decisões dos grandes senhores que mandam no planeta… são lentas a conceber e muito mais lentas a executar… e não chegam a todo o lado… É impressionante o que se passa AINDA em tantos lados... Será que o "patriarcado" surgiu mesmo como uma "réplica" profunda do "matriarcado" inicial da humanidade?...

Daniela Mann disse...

venho desejar-lhe um excelente dia da mulher!
Um abraço amigo,
Daniela.

FataMorgana disse...

Tmara, aqui fica um beijinho para a mulher especial que tu és!
:)

Jorge Moreira disse...

Um Xi!

lique disse...

Um dia atrasada, deixo-te aqui um beijo pelo dia de ontem. E que, como muito bem dizes, venha um dia em que nunca mais seja necessário lembrar!

Caiê disse...

Não acredito neste dia, Tmara... Tenho a sensação que se faz das mulheres uma minoriazita, deixando os outros dias para os homens... Enfim, cá te deixo o abraço de sempre! :)

Manel do Montado disse...

Se eu te contasse o que sei sobre a condição feminina e ao que assisto por via das violentas agressões verbais e físicas a que são sujeitas milhares de mulheres neste país, julgar-me-ias fabricante de números.
Façam deste dia o dia internacional da denúncia contra a desigualdade de tarto, contra a violência doméstica, contra o assédio nos locais de trabalho e deixem lá de lhe chamar dia internacional da mulher.
Beijo

JPD disse...

Efemérides, miga!
Bjs

Mikas disse...

Espero que um dia este dia não tenha de existir e sejamos todas valorizadas pelo nosso passado e pelo futuro , em cuja construção temos um papel tão fundamental quanto os homens, antes de mais somos seres vivos, humanos. Beijinhos

Mendes Ferreira disse...

......quero lá saber....hóje é dia de te amar.

pronto.


tenho dito.

greentea disse...

tarda a chegar!