17 março 2006

Ia eu, cuidando da vida...



...nem com excessivos cuidados, mas nunca sem alguns, quando a VIDA tropeçou!

Juro que é verdade. Não tropecei.
A vida tropeçou e arrastou-me no tropeço.
Tenho pensado muito nesta volta, que como podem ver, pôs tudo de cabeça para baixo! Até a casa..., e concluo que, de facto, não tropecei.

O grande paradoxo é: como pode a vida, sem acção minha, tropeçar?

Como pode a vida tropeçar e arrastar-me no trambolhão, na reviravolta...?
Sabem, como quando uma grande e marinha onda nos enrola e perdemos o sentido de orientação, submersos no turbilhão das águas, normalmente com muita areia de permeio, sem saber onde está a areia-chão- baixo e o cima-ar-vida-leveza-respiração.

Só posso concluir que algures, noutro momento do percurso, noutra vida, tropecei - e que tropeção-tram bolhão - e a reacção só agora chegou.

Mas que me apanhou desprevenida e me deixou desorientada, deixou.


APRENDIZADO: No infinito mar do espaço-tempo as ondas que causamos podem tardar no refluxo, mas não nos falham!

22 comentários:

Wakewinha disse...

Não me viste do teu lado nesse arrastão causado pelo tropeço da vida? Fomos todos levados... =S
Beijinho e bom final de semana*

BÓLICE disse...

Logo mais, em casa vou postar a foto em windows, agora está postada p'lo iMac, daí o desencontro dos sistemas...
Em relação às ondas as quedas de moto também se sentem assim... o céu a terra o rail o alcatrão, o céu a terra o rail o alcatrão... tipo rock'n'rol...lol...lol

inté

P.S.- quando não se fica aleijado, claro

Nilson Barcelli disse...

A vida dá muitas voltas. Daí os tropeções...
Beijinhos e bom fim-de-semana.

ZezinhoMota disse...

Os tropeções que a vida nos obriga a ter, sem que o queiramos, mas temos que saber ultrapassar sem cair.
Bom fim de semana.
Bjnhs
ZezinhoMota

Betty Branco Martins disse...

Olá Tmara

Mas é de dizer: "e que tropeção-tram bolhão"

E com palavras muito sábias, tu descreves - as voltas e as reviravoltas que nos - desprevenidamente/surpreendem nas "esquinas" da vida.

A foto foi muito bem escolhida :)

(obrigada pelas tuas palavras)

Um beijo com muito carinho

Mendes Ferreira disse...

mas o teu mar volta e revolta....e a cada onda em que tropeçamos outra nos levanta....digo eu...que de mar só sei de marés...e de ti sei que te amo.

ricardo disse...

não acredito muito em reencarnação. acho que é mais a vida, esta vida, que nos faz passar estas provas, para que nós lhe possamos mostrar o quanto fortes conseguimos ser. e somos!

força!
bj

agua_quente disse...

Acção e reacção deverão anular-se. Diz-nos a física. :) Mas deve ter sido nesta vida mesmo.
Beijos e bom fim de semana

Mac Adriano disse...

Se calhar foi só a tal borboleta que bateu asas no Japão e provocou esse fenómeno aqui em Portugal (acho que a teoria é mais ou menos assim).

Rui Afonso disse...

Um bom fim de semana, repleto de serenidade!

Maria Costa disse...

Não falham mesmo, Tmara.
Gostei do post.

Beijinhos.

Paola disse...

Na revolta é que nos erguemos, amiga bom final de semana...... Paola

Desambientado disse...

Cara amiga, terminas com um pensamento fabuloso.

Wakewinha disse...

Ainda à procura de equilíbrio? Fica um beijo. Outro. De bom fim-de-semana*

O Micróbio II disse...

Atenção que o Micróbio mudou de casa...
Agora está numa nova rua: http:\\o-microbioii.blogspot.com

martim disse...

pois, tmara, vamos enfrentar essas ondas circunstanciais. bjo.

Amaral disse...

Que trambolhão!... Ainda assim, por mais enrolados que fiquemos naquele turbilhão de onda-areia, vem finalmente aquele momento que nos traz acima e nos dá o ar para respirarmos… Mas, pode bem ser que o refluxo se "tenha atrasado" na imensidão do espaço-tempo, e esteja finalmente a dar-te uma resposta...

Menina_marota disse...

... mas a cada tropeção da vida, há um erguer, e nesse erguer está a Esperança que temos dentro do coração.

Um abraço carinhoso e boa semana ;)

greentea disse...

é isso muitas vezes esquecemos
ou não queremos lembrar

as ondas


mas o refluxo vem


sempre.!!!!!!!!!!!

sa.ra disse...

olá!
vim retribuir a tua visita e encontro um lugar de reflexão muito profundo!
vou voltar... adorei as tuas perguntas. mesmo que pareçam não ter respostas, há-as com certeza, porque tudo tem uma razão de ser, até um trambolhão inusitado!
beijos
um dia feliz!

lena disse...

acontece tropeçar Tmara, em muitos momentos mas o teu final em forma de pensamento está excelente

deixas-me a meditar


continuas sempre com boas partilhas e ler-te é realmente muitas vezes uma aprendizagem, para mim

beijinhos meus menina, cheios de luz e paz

lena

Rubens da Cunha disse...

imagem inusitada para um ótimo texto.
beijos
rubens