11 fevereiro 2007

11 de Fevereiro


o dia amanheceu coberto de espessa neblina.
Não se ouvem sons.


O mundo parece deserto como se todos os humanos houvessem adormecido ou....desaparecido.
Mas estou aqui e, como eu, milhões de pessoas estarão em suas casas.

Outras nos serviços e muitas nas ruas k as escondem na cortina de névoa onde cintila uma luz interior, própria à água, apesar de embaciada pela espessura da cortina.

Só me resta esperar que o dia termine cheio de luz.

Daquela que irradia da dignidade e do respeito de um povo por si mesmo.

7 comentários:

Daniel Aladiah disse...

Querida Tmara
Estou assim... sem nada, com tudo...
Um beijo
Daniel

peciscas disse...

O dia acabou bem.
Mas foi só um pequeno passo.
O caminho continua!

Paula e Rui Lima disse...

Olá!

Se gostas de cinema visita-nos em

www.paixoesedesejos.blogspot.com

todos os dias falamos de um filme diferente
Paula e Rui Lima

Teresa David disse...

O início de um progresso que como estamos em Portugal poderá ser adulterado ou desleixado. Veremos.
Bjs
TD

gato_escaldado disse...

Assino por baixo. Excelente. Beijos

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

♡  ♥Beijos    ♡    ♥Beijos      ♡       ♥Beijos

♥Beijos    ♡      ♥Beijos       ♡   ♥Beijos ♡   


         ♡    ♥Beijos   ♡      ♥Beijos    ♡         

Isa&Luis disse...

Olá,

Passear no teu cantinho foi gratificante.

Que o sol entre na tua janela e repouse na tua face.

Beijos

Isa