20 fevereiro 2009

partiste sem aviso


partiste sem aviso.

um papel
uns rabiscos
no móvel da entrada.

tudo se turvou
e em torvelinho
desapareceu.

somente: “perdoa
ficou e sobreviveu.

4 comentários:

Teresa David disse...

AS PERDAS EMOCIONAIS NUNCA SE ESQUECEM, EMBORA O MELHOR SEJA LEMBRAR SÓ OS MOMENTOS BONS QUE PARTILHÁMOS.
BJS E BOM FIM DE SEMANA
TD

Cátia disse...

Cara amiga,

Não sei se percebi bem o conteudo deste post, se foi uma partida ou se a partida... Infelizmente já tive que lidar com um episódio que este post poderia muito bem retratar...

Deixo-te apenas um abraço apertado.
CA

A.S. disse...

O perdão é um dos mais nobres gestos! Tão nobre como a capacidade de perdoar!...

Bjus

Aníbal Raposo disse...

E um dia entro em casa, uma carta na mesa... a despedida. Tenho uma letra de uma canção com estes versos. Bonito poema.