01 dezembro 2006

a propósito de árvores

as arvores são seres vivos que ignoramos, como se o mesmo sopro vital que nos anima delas andasse afastado - o que afinal não é de estranhar se aos outros animais, por vezes e não poucas, aos da nossa própria espécie - fazemos o mesmo.

Li, há mais de 20 anos, algumas informações sobre um estudo com plantas várias e árvores, levado a cabo por cientistas japoneses.

Aparelhos gravaram a "fala" das
árvores, seus murmúrios diferentes em situações que os cientstas desencadeavam. Com algumas "hipóteses" sobre uma forma de comunicação que as plantas tinham entre si, resolveram fazer um teste num bosque adstrito ao projecto de pesquisa.

Um dos cientistas entrou no bosque com um machado, chegou ao pé de uma árvore e agrediu-a, cortando-lhe um ramo.
O som ciciado e sereno que percorria o bosque - e só
através dos aparelhos era recolhido a transformado até ser audível pelos humanos ouvidos - tornou-se num grito, grito esse que, de seguida, todo o bosque repetiu.
Confrmada a suspeita, formulada como hipótese, ficaram, ainda assim, atónitos e resolveram deixar passar uns meses sem que esse cientista lá voltasse a entrar, porque um dos dados iniciais era que os sons se alteravam quando algum lá entrava,
antes da agressão, varaiando os sons de pessoa para pessoa.

Meses passados o cietista voltou. Sem machado.
Mal adentrou o bosque
TODO ELE VOLTOU A GRITAR O GRITO DESENCADEADO PELA AGRESSÃO, COMO UM ALERTA.

Importe-vos ou não, panteísta me confesso, no respeito e amor(não
adoração) que nutro por todas as formas de vida, planeta Terra/GAIA incluído, e mais nenhuma religião professo.

Deixo-vos imagens de uma árvore magnífica e espantosamente bela que me transmite uma paz imensa e nunca deixa de me maravilhar.









12 comentários:

Teresa David disse...

Embora eu seja mais virada para o Mar, as árvores no seu gigantismo transmitem-me sempre uma emoção de poder da natureza, e gosto particularmente de as pintar. Por curiosidade direi que já tenho há uns dias uma desenhada para fazer uma nova aguarela.
Bjs
TD

mfc disse...

Não me custa nada a acreditar nessa teoria... acho-a até absolutamente credível.
Não me parece que possa haver tanta diferença entre os "reinos"!!

bettips disse...

Sim, acredito na palavra e no sentido puro da Natureza. Nestas fotos tuas, reconheço o diálogo entre a beleza/árvore e a beleza/pensamento. Abç

PALAVRAPUXAPALAVRA disse...

Que interessante, gostei de saber. E qaue bonita é a árvore!

batista filho disse...

Que texto maravilhoso, amiga querida! A teia da vida está aí. Fazemos parte dela. Só. E esse "só" não tem nada de pouco. # Deixo o meu abraço fraterno e saudoso.

Eva Lima disse...

O texto está óptimo, como sempre.

As fotos são lindíssimas.

Anónimo disse...

Bom vir aqui!

peciscas disse...

A minha saudosa mâe, falava com as plantas, para as fazer mais felizes...

Amaral disse...

É gritante como se pode duvidar das verdades que nos rodeiam...
Deus manifesta-se em TUDO o que nos rodeia.
Que a consciência universal se levante!...
A beleza da Vida está na manifestação divina em TUDO O QUE É... e isso é magnífico!
E pensar que se gastam milhões para se descobrir a "mais pequena" forma de vida num outro planeta qualquer que não seja a nossa Terra!!!!???...

Anónimo disse...

Acho que mais do que o texto as imagens dizem tudo, infelizmente há muito que os Homens esqueceram de ouvir as árvores, boa semana.

agua_quente disse...

São seres vivos. Essa teoria é bem possível.
Lembraste-me António Ramos Rosa:
"O que tentam dizer as árvores
no seu silêncio lento e nos seus vagos rumores
o sentido que têm no lugar onde estão,
a reverência, a ressonância, a transparência
e os acentos claros e sombrios de uma frase aérea"

Beijos

Manel do Montado disse...

As árvores foram o meu primeiro brinquedo e o meu primeiro observatório de zoologia. Desde pequeno que as trepava para ver os ninhos de diversas árvores. Debaixo delas me abrigava quando chovia ou quando o sol escaldava. Dai o meu cantinho se chamar Montado. É uma homenagem a essa árvore ímpar que é o sobreiro.
Bj