16 outubro 2009

Maitê Proença, Rede Globo e portugalidade - I

Resposta da Rede Globo; minha resposta à Rede Globo-assunto vídeo de Maitê Proença, ontem,15 de Outubro de 2009:
«degloboeuropa@redeglobo.com.br

paraTostimara@gmail.com
data15 de Outubro de 2009 21:11
assunto re: [TVGI - Portugal] Fale Conosco
Prezada Conceição,

Estamos cientes do ocorrido, e em nome da TV Globo Internacional pedimos desculpas.
A seguir está o link em que a própria atriz explica e se desculpa com a nação portuguesa.

http://oglobo.globo.com/cultura/kogut/post.asp?t=maite-proenca-pede-desculpas-me-considero-uma-portuguesa&cod_Post=231581&a

Atenciosamente,

Paloma Bachi
EQUIPE TV GLOBO INTERNACIONAL
http://www.tvglobointernacional.com.br/»
Minha resposta enviada para os órgãos de soberania Portuguesa  (P.R.; Embaixada de Portugal no Brasil) bem como embaixada do Brasil em Portugal e para a SIC (esta não respondeu ao 1º e-mail,ao invés da Rede Globo)
«deTMara

para"globoeuropa@redeglobo.com.br"
data15 de Outubro de 2009 22:07
assuntoRe: [TVGI - Portugal] Fale Conosco
enviado porgmail.com
ocultar detalhes 22:07 (Há 11 horas)

Exmos Senhores

   Grata pela vossa resposta.
Acontece que já conhecia o vídeo feito pela actriz há vários dias antes de vir a público nos media em Portugal.
Ia escrever à Rede Globo na mesma dado que foi por essa via, num programa que eu respeitava ( e que, contrariamente ao que esta afirma NÃO é um programa de humor) que a actriz "gozou, esculhambou, desrespeitou" Portugal e os portugueses - os actuais e os já mortos. E a nossa hstória.

A responsabildade é tanto dela como vossa. A ignorância e falta de cultura de que a actriz dá mostras é confrangedora.
De um analfabetismo cultural e de uma montanha de preconceitos lamentáveis que desabonam totalmente quem fez o vídeo e quem autorizou a sua passagem bem como todas as participantes na sessão daquele dia do vosso programa "Saia Justa".
O e-mail que vos enviei é posterior às falsas desculpas que a actriz aresentou.

Caros senhores não é só ela quem tem de pedir desculpas, e as desculpas que a senhora Maitê Proença apresentou são tão falsas que não têm sustentabilidade.
Basta estar atento ao vídeo, ao ridículo de tudo o que ela mostra - forma e conteúdo.
A senhora Maitê relata, como ela própria frisa, a ocorrência do não funcionamento da internet no hotel, "agora que não tenho a equipa portuguesa atrás" . Quem assim fala, para além de tudo o mais, mostra, à saciedade que está esculhambando despudoradamente de Portugal e dos portugueses. E não há como dar volta a tais factos a não ser assumindo que foi infeliz, falaciosa e preconceituosa e brincou, sem nível, connosco e com a portugalidade e a nossa história.

Quem passou, deixou passar este vídeo, é parte responsável e activa.
Ou seja, a Rede Globo, a vossa jornalista e as restantes participantes.

Maitê Proença desconhece que:
1 - o nº3, invertido ém símbolo esotérico e cabalístico fortemente associado à Vila de Sintra, Património Mundial da Unesco;
2 - que chamamos Mar da Ppalha ao Tejo e ao seu estuário por razões que deveria ter aprofundado. Suponho que os brasileiros chamam Pão de Acúcar a um penedo e sabem que é só isso, um penedo não comestível;
3- Que o claustro dos Jerónimos é um..claustro, coisa bem diversa de um pátio;
4 - que os cipreste, que denomina pinheiros, nem são da família destes últimos;
5- A brincadeira de muito mau gosto sobre os túmulos dos nossos antepassados no Mosteiro é inclassificável;
6 - Que Salazar dominou este país por 43 anos, muito mais do que os mais de vinte que refere e meter-se a fazer conjecturas como as que fez sobre a eleição em curso denomina-se ingerencia, para terminar reafirmando "achamos os portugueses estranhos....etc,etc" -o que,segundo ela, fica provado com o que descreve;
7- O acto de "cuspir" na fonte de um monumento Nacional com as referências que aquele tem ultrapassa o mero acto de falta de cidadania (mostra um baixíssimo nível de cidadania) e tem um peso acrescido ao desrespeito e ofensa que tal acto implica em qualquer local do mundo eem qualquer fonte de qualquer país,
8- pedir desculpas apelando aos seus antepassados portugueses nada significa a não ser a hipocrisia da senhora;
9- Reafirmar que o que fez era humor para pessoas "inteligentes", para lá de falso é lamentável pelo facto de continuar a pensar que os portugueses são, como dizem na vossa pátria "manés". Claro que para a actriz Maitê somos tão pouco inteligentes=burros que não compreendemos.

Não quero continuar a maçar-vos.

Só ha uma forma correcta de apresentar desculpas: é a Rede Globo fazê-lo, pelas vias institucionais e diplomáticas pois,em última instância, a responsabilidade é também vossa e já que a actriz não assume a asneirada e tenta deitar-nos poeira para os olhos cabe-vos apresentar desculpas formais e insticucionais e apurar responsabilidades levantando os autos e definindo as penalizações para todos os responsáveis pela emissão daquele lamentavelmente pobre, triste e ofensivo documentário para uma Nação inteira.

Com os melhores cumprimentos

Conceição Paulino

4 comentários:

M. disse...

Fizeste bem em mostrar a tua indignação. Só agora vi o vídeo. Não tem graça nenhuma e aquelas alminhas a rir do que não tem graça são ridículas. Se fosse sentido de humor a sério teria graça, assim não. Como diz uma amiga minha "Não é por mal, é por besta"...

Carmem L Vilanova disse...

Cara Conceicao.. ha' muito nao passava por aqui por haver perdido o link por culpa das tantas mudancas de layout do Eu Sei Que Vou Te Amar, mas ao receber um email teu com esta postagem nao pude resistir a tentacao de aqui vir a dar uma olhada e fiquei, acredite, escandalisada com o tema.
Ha' anos sai do Brasil e onde vivo nao ha' Globo Internacional assim que vivo a saber o que por ali passa atraves de amigos e familiares.
Sei que nao me cabe, pois nao sou parte ativa deste palhacada, mas aqui venho a desculpar-me por ser brasileira, e por, de alguma forma, ser parte desta forma de cultura insana, injusta, mal criada e mal educada...
E' por este e outros motivos que quando surgem oportunidades de ali voltar (ao Brasil) penso 10 vezes antes e acabo por desistir...
Lamento profundamente o ocorrido e deixo aqui os meus sentimentos sinceros e publicos de respeito e admiracao a nacao portuguesa.
A ti deixo meus costumeiros beijos, flores e muitos sorrisos e os votos de que acontecimentos assim sejam punidos da melhor forma e que nao voltem a passar!
Bom ver-te outra vez!

peciscas disse...

Felicito-te por teres, em nosso nome, manifestado indignação por esta palahçada ignóbil.
As desculpas que vieram depois do escândalo são esfarrapadas e só pretendem minorar os efeitos negativos no "mercado" português.

titas disse...

Só agora, e por teu intermédio, vi o vídeo e compreendi a tua indignação.

Que palavra arranjaria eu para adjectivar aquela coisa? OBSCENO.

Um beijo para ti e obrigada!

Em jeito de post scriptum, gostaria de dizer o que penso e sempre pensei da maioria dos brasileiros quando se referem aos portugueses (nossos irmãos, dizem eles): são falsos e cínicos.
Há vezes em que lhes cai a máscara; a Maitê é disso o exemplo.

Isto pode ser confirmado por portugueses que vivem ou visitaram o Brasil. O emblema de Portugal, em automóveis, só começou a aparecer depois da ida da Cimpor e da EDP para o Brasil.