14 maio 2008

Desafios e aceitação

1.
A Raquel deixou-me estes desafio e a bela bicicleta que está ao fundo.
Depois se muitos dias de ausência estou atentar por ordem, mas poor ora só consigo deizar resposta ao questionário. Amanhã volto e indico os sortudos a quem o passo.

É uma forma de sabermos mais uns dos outros, ou pelo menos o que cada um de nós acha de si mesmo...E são olhares dicversos. O exterior e o nosso sobre quem julgamos ser. De qualquer das formas aqui fica um pouco da minha auto- imagem. É honesto, mas vale o que vale:
FAMÍLIA: amor, ninho e contradições
HOMEM: animal em construção
MULHER: animal em construção
SORRISO: a luz dos dias. Sempre. Porque os outros não têm que levar com as minhas tristezas
PERFUME: a da terra molhada – alimento; o de um bebé - AMOR
CARRO: nem o de linhas…
PAIXÃO: viver
AMOR: frágil e puro cristal -bem vital, mas raro!
OLHOS: todos os que nos olham e VÊEM
SAL: lágrimas
CHUVA: fecundação. Bênção
MAR: meu eterno leito. Mater.
LIVRO: Escuta Zé-Ninguém (hoje, neste momento é este. Um entre muitos)
FILMES: são vários e de diferentes cinematografias
MUSICAS: as de Leonard Cohen e clássica
DINHEIRO: mal inventado pelo homem
SILÊNCIO: ouvir a voz da consciência
SOLIDÃO: o medo de estar só. Não tenho.
FLOR: a explosão do riso das crianças. Flor a desabrochar
SONHOS: força vital que pode salvar a vida humana e o planeta
CIDADE: Hoje em dia: caos. Mas também aquela em que estiver
PAÍS: (países) fronteiras a abolir. O universo.
NÃO VIVER SEM: amar-me e aos outros
NUNCA DEIXAR DE SER: honesta comigo. Sempre. Mesmo que doa.
QUALIDADES: perseverança; energia positiva
DEFEITOS: há quem os confunda com qualidades. Depende do ponto de vista. Não suporto a mentira, a hipocrisia, ETC – falta-me o que denominam DIPLOMACIA para comportamentos que incorporem aspectos destes
GOSTO: DE GOSTAR E ACREDITAR NA “BONDADE” INTRÍNSECA DO SER HUMANO
NÃO PASSAREI: a dizer que sim porque a maioria o faz e pode…ser conveniente
DESTESTAS: mentira; hipocrisia; maldade; arrogância; mesquinhez, ambição totalitária, guerras, discriminações, preconceitos, o esmagamento do homem pelo homem, e por aí fora….
PESSOA: bípede em forma de gente mas que é um ser humano.
Porque há os outros.
Parecem.
Têm a forma mas não o conteúdo.

2.

E mais uma vez a Raquel, essa menina linda, escolheu-me, desta vez não para "vítima", antes pelo contrário, atribuíu-me comenda honrosa para além de bela e etérea, muito útil, para circular por todas as avenidas, praças, jardins, campos de dor e fome.
Ora digam lá se não é um sonho?
É dever de quem a possue pedalar cada vez mais enérgica e solidariamente pelos vastos mundos por onde a humana condição se espalha, e ao fazê-lo espalha coisas menos boas, e voando pelos espaços erguer alto o luminoso facho da luz da fraternidade e solidariedade entre todos, independentemente das suas diferenças, vendo nestas o que são: riqueza humana e não factor de discriminações.
Farei os impossíveis por estar à altura e vou esforçar-me por estar acordada em vez de dormente como parece andar quase todo o mundo e por onde também me perco...
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Convido ao desafio e, em simultâneo ofereço a Bicicleta Solidária, a:

E por estes 5 amigos me quedo, segura de que bem o faço pela qualidade humana que lhes apercebo e/ou conheço.

Com mágoa verifiquei que muitas amizades a quem os queria ofertar e/ou desafiar deixaram a blogosfera.

Cada vez mais, amigos da 1ª hora - e se contar com os blogs que tive primeiro no Sapo já vão mais de seis anos - fecham a porta e saiem. Fica a saudade, mas percebo que alturas há em que necessário se torna parar ou partir.

Que seja boa a nova jornada e para os ajudar nos percursos, a todas essas amizades que saíram deste espaço, ofereço também a Bicicleta. Fica aqui à vossa espera.

4 comentários:

Raquel Vasconcelos disse...

Respostas bem ao teu jeito :)
É engraçado como vamos conhecendo as pessoas e sabemos que faz todo o sentido aquilo que elas dizem :) pois foi assim que aprendemos a "vê-las"!

Beijo grande!

peciscas disse...

Por razões que já expliquei lá no Peciscas, raramente corresposndo a este tipo de desafios.
No entanto, não esquecendo que foste uma das primeiras amigas que me apareceu na blgosfera e que tantas provas de afecto me deu, designadamente com a sua bela colecção de fotos de portas, que publiquei no defunto soportas, sou capaz de, para ti, abrir uma excepção.

M. disse...

Tenho estado novamente com problemas no computador. Foi de novo para o estaleiro e estou a servir-me de um outro de um familiar.
Pois eu agradeço muito o desafio que me fazes mas digo-te francamente que sou incapaz de responder a esta lista de características. Sou incapaz de fazer essa análise sobre mim. Desculpa lá o mau jeito.

OrCa disse...

Olá.
Esta será, seguramente, uma viagem no tempo...
Na espiral alucinada em que ando, foi necessária uma ponte para dar por esta gentil bicicleta. O tempora!...
Jogo, entretanto e para o efeito, na mesma equipa do Peciscas. Mas isso não me impedirá de, com reconhecimento, pelo menos manifestar-te o quanto me deixa orgulhoso a tua amável referência.

Um abraço grande, com beijos.