12 abril 2008

Gostas de desafios? Vai até ao Eremitério...

... há novidades das boas por lá.

O Eremit@ lançou um auto-desafio a quem quiser aderir.

O Jogo das 12 Palavras.

Com 12 palavras escolhidas por 4 participantes, por ordem alfabética, sem conhecimento uns dos outras, duas vezes por mês, são escolhidas 12 palavras.

O jogo lúdico, como ele diz, consiste em cada participante pegar naquelas 12 palavras e construir um texto - prosa ou poema, em que elas constem.

Estas foram as do 1º Jogo
Na altura divulguei via email. A maioria das amizades disse que 1º ia ver ...
Pois está na altura. Passem no Eremitério e poderão deliciar-se com 25 textos entre prosa e poesia e ver a variedade de abordagens e desenvolvimentos que cada participante seguiu para além da qualidade dos textos. O segundo será lançado no inicio da próxima semana, segundo me respondeu e poderão informar-se das palavras e forma de participação no post que ele vai colocar.

E este o meu pequeno contributo que lá está:

«onde a luz?

tinha os olhos de um azul céu ou, em turbulentos dias, cor do mar em avassaladora tempestade criando, quando assim nos fitava, impossível e imenso distanciamento, mas na serenidade do ser, olhando-nos olhos nos olhos uma intensa luz de farol cintilava, iluminando-nos, arrastando-nos para a luz que irradiava, num intenso desejo de com ela comungar sentimento e vida em unidade e total fusão.

agora fito seu amortecido e erodido olhar.
onde a luz?»

6 comentários:

Justine disse...

Bela tecelagem fizeste com as "12 palavras" do Jogo do Eremita!
Parabéns e bom domingo :))

Amaral disse...

Desejo a todos os que tiveram a paciência de me ler ao longo de mais de três anos, um eterno momento de felicidade nas vossas vidas terrenas e que, cedo, entendam no vosso coração o porquê da dádiva que foi experienciarem a Vida desta forma...
Na certeza de que o Deus do vosso entendimento falar-vos-à sempre na voz da vossa consciência!
OBRIGADO!!!
(Amaral Nascimento)

bettips disse...

Achei muito belo. O jogo, a ideia, a disponibilidade e finalmente, o fluir dos pensamentos vários.
Bastantes, felizmente e em nome da comunicação entre os seres!
Alguns deles, como este teu e outros, de grande qualidade.
Já falei ao nosso Eremita sobre as minhas razões: vou lendo.
Bom trabalho num são intelecto.
Bjs

Sei que existes disse...

Já passei por lá, mas não vou participar por falta de tempo...
Fizeste um bom texto!
Beijo grande

Anónimo disse...

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Mar Revolto disse...

Oi, querida, vivo nos Estates, não;;;;kkkkk
Eu sou cidadã do mundo, nasci no Brasil, casei com um sueco e meu coração está pendurado no continente afriano.kkkkk
Vou fazer o jogo.
Saí da blogosfera. E para nao pegarem meu endereço, postei fotos...
Beijos e dias felizes, SEMPRE!
Grace olsson
www.eueorenascerdascinzas.blogspot.com