21 novembro 2006

portuguêsmente falando....ou??'''


Gosto muito da língua portuguesa.
E gosto de a entender, de a utilizar da forma mais correcta possível - seja falada, seja escrita - e de a ver bem tratada. Ou seja: bem usada.
Por isso achei "interessante" esta frase que retirei do Jornal de Notícias*:
«Era um apelo para os competentes não se meterem de parte da vida política (...) porque quando isso acontece restam os menos capazes»

Aníbal Cavaco Silva, presidente da República (p:6)

Para os mais competentes fazerem o quê???????
E a delícia da conclusão.
O Sr. de La Palisse deve roer-se de inveja.
Primeiro tivemos o Almirante Américo Tomás que fazia uns discursos - pescadinha de rabo na boca - que poderiam, ainda hoje. ser utilizados como anacronismos ou piadas pelos humoristas deste país.
Agora o Sr. Professor Doutor, emérito Presidente do nosso país sai-se com pérolas destas....
Não há dúvidas de que são pérolas elaboradas pelas trabalhadeiras ostras em águas muito poluídas.

Pela vossa saúde, riam-se.

Nota bene - o * refere-se à falta de data do jornal.
Como rabisco e escrevo em guardanapos de café (no caso presente assim foi), ou o papel possível e que estiver á mão, por vezes perco parte desses papéis que navegam os meus bolsos.
Do facto peço desculpas. Da falta de precisão no tocante à data.

8 comentários:

Anónimo disse...

Pois...
bjs

Teresa David disse...

Existe uma coisa que se cham cultura geral, outra que se chama cultura literária, creio que o Cavaco nunca estudou nenhuma delas, ficou-se pela economia que é pouco em termos de cultura!
Bjs
TD

mfc disse...

Com o interregno protagonizado por Mário Soares e Jorge Sampaio, voltamos à cepa torta de termos Presidentes que maltratam a língua!

peciscas disse...

Não és propriamente tu que tens de pedir desculpa.
Mas deixa lá, que eles também não pedem, porque acham que o direito à asneira é constitucional.

Bruna Pereira disse...

De facto, assiste-se a cada fenómeno mediático...
Eu desisti de corrigir os "bem-falantes" da TV.

:)

pianola / Sonia R. disse...

Pode-se tentar perceber que a 25 de Abril de 1974, a tropa tenha vindo para a rua. Bom dia Tmara.
Bjinho.

Licínia Quitério disse...

São pérolas o que nos relatas. Merecemos?
Acho que não.
Ah também escreves em guardanapos de papel? E nos bocadinhos rasgados às toalhas, assim disfarçadamente?

Beijinhos.

Amaral disse...

Digamos que pérolas destas podem ser colhidas em pomares diversos...
O alto representante falou... e o povo escutou. Depois... sorriu, antes de partilhar a gargalhada...